INFORMAÇÕES

Carga horária:   12 horas

Publico Alvo

Estudantes e profissionais da saúde e educação.

Nível do curso – Intermediário

Local: Rua Wanderley, 611 - Perdizes, São Paulo, SP

Realizador: Paradigma Centro de Ciências e Tecnologia da Análise do Comportamento

Telefone: (11) 3672-0194

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

A aprendizagem de discriminação é fundamental para a construção de habilidades cognitivas, de comunicação, acadêmicas, sociais, etc. Crianças com TEA, frequentemente, apresentam dificuldades e barreiras durante esse processo. A proposta do curso é apresentar ao aluno uma introdução ao conceito de discriminação e as estratégias básicas para avaliação e ensino de habilidades de discriminação.

 

·         Controle de Estímulos e Discriminação;

·         Tipos de discriminação: simples, pareamento de identidade generalizado, pareamento visual-visual arbitrário e pareamento auditivo-visual;

·         Avaliação das habilidades de discriminação do aluno;

·         Ensino de pré-requisitos para discriminação;

·         Ensino por Tentativas Discretas, Ensino em Ambiente Natural;

·         Procedimentos de ajuda;

·         Dificuldades e barreiras para aprendizagem de discriminação;

·         Modelos de folhas de registro;

Exemplos de casos.

 

BIBLIOGRAFIA

·         Cooper, J. O., Timothy, E. H., & Heward, L. H. (2020). Applied Behavior Analysis. 3rd Edition. Pearson.

Dube, W. V. (1996). Teaching discrimination skills to persons with mental retardation. Em C. Goyos, D. G.​de Souza, & M. A.  Almeida (Eds.), Temas em Educação​Especial. (pp. 73-96). São Carlos: EDUFSCar. 

·         Green, G. (2001). Behavior analytic instruction for learners with autism: advances in stimulus control technology. Focus on autism and outher developmental disabilities, 16(2), 72-85.

·         Grow, L. & Leblanc, L. (2013). Teaching receptive language skills. Behavior analysis in practice, 6(1), 56-75.

·         MacDonald, R. P. F., & Langer, S. (2018). Teaching essential discrimination skills to children with autism: a practical guide for parentes and educators. Bethesda, MD: Woodbine House.

·         McIlvane, W. J. (2013). Simple and complex discrimination learning. In Madden, G. J., (Ed.), Handbook of behavior analysis: Vol. 2. Washington, DC: American Psychological Association.

·         Sério, T. M. A. R, Andery, M. A., Gioia, P. S., & Micheletto, N. (2002). Controle de estímulos e comportamento operante. São Paulo: EDUC.

·         Skinner, B. F. (1953). Science and human behavior. New York: MacMillan.

Varella, André & De Souza, Deisy. (2011). O uso do procedimento blocado no ensino de discriminações condicionais de identidade para pessoas com autismo: efeitos do emprego de três estímulos modelo. Revista Brasileira de Análise do Comportamento. 7. 55-71.

 

CORPO DOCENTE

 

Mayra Fernanda Seraceni – CRP 06/110725

Psicóloga (Mackenzie) com Especialização em Terapia Comportamental (USP/SP). Mestrado em Distúrbios do Desenvolvimento (Mackenzie). Curso introdutório e Formação Avançada no Modelo Denver de Intervenção Precoce. Professora e supervisora no curso de Especialização em Análise do Comportamento Aplicada ao Transtorno do Espectro Autista e Desenvolvimento Atípico.

 

Rodolfo Ribeiro Dib – CRP 06/99138

Psicólogo (UNESP Bauru) com Qualificação Avançada em Análise do Comportamento Aplicada ao Transtorno do Espectro Autista e Desenvolvimento Atípico (Centro Paradigma). Mestre em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento (PUC/SP). Analista do Comportamento acreditado pela Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental (ABPMC). Professor e supervisor no curso de Especialização em Análise do Comportamento Aplicada ao Transtorno do Espectro Autista e Desenvolvimento Atípico.

CALENDÁRIO

Dia 24/01/2020 - das 18:00 às 22:00

Dia 25/01/2020 – das 8:30 às 12:30 e das 14:30 às 18:30h

INVESTIMENTO

Pagamento de inscrição até 30/11/2019 – R$ 377,00

Pagamento de inscrição de 01 a 31/12/2019 – R$ 472,00

Pagamento de inscrição a partir de 01/01/2020 – R$ 566,00

 
 
 
 
IMPORTANTE – A confirmação da inscrição no curso está condicionada ao pagamento da matrícula.